À procura da felicidade!


“Quem nos fará ver a felicidade? Fazei brilhar sobre nós, Senhor, a luz de vossa face. Pusestes em meu coração mais alegria do que quando abundam o trigo e o vinho“(Sl 4, 7 e 8)
felicidade
felicidade

Todo ser humano busca a felicidade. Busca porque não a possui! A felicidade não é um estado permanente do ser humano, mas uma coisa que precisa ser conquistada. O ser humano é feliz só quando consegue viver momentos de profunda unidade interior e exterior. Por isso nós estamos sempre em movimento, inquietos. A unidade interior consiste em sentir que vivemos bem, estamos amando e sendo amados, somos um dom para os outros e os outros são uma alegria para nós. A palavra certa é benção: nós somos felizes quando a nossa vida é uma benção para as pessoas que encontramos, e elas o são para nós. Aí nós sentimos que a nossa vida tem sentido, é se torna por sua vez uma benção que foi-nos dada por Alguém que está acima de nós, escondido em seu Mistério, que gerou o Universo e é Puro Amor. Todas as criaturas são fruto do seu amor. Ele ama a todas. E a nós, seres humanos, cercou de um amor especial, colocando em nós a inteligência, que nos torna as mais felizes das criaturas porque nos dá a possibilidade de escolher conscientemente os caminhos para gerar um mundo e uma humanidade mais felizes.

Não é por acaso que a Bíblia conta que Deus chamou Abraão e lhe disse: “Deixa a tua terra….e vá para a terra que eu te mostrarei. Eu farei de você um grande povo, e o abençoarei: tornarei famoso o seu nome, de modo que se torne uma benção. Abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem. Em você, todas as famílias da terra serão abençoadas” (Gênesis, 12, 1-3).

Para realizar essa felicidade precisamos de paz e unidade. Ninguém é feliz sozinho: dependemos uns dos outros em tudo. No entanto, o mundo e a humanidade estão sempre em guerra. Agora mesmo, no mundo, há guerras por todo lado: ódio, racismo, ganância, egoismo, desigualdades, idolatria do dinheiro e de possuir, busca do poder e de dominar os outros, são os caminhos que muitos escolher na tentativa de realizar sua felicidade, e no entanto, destruindo em lugar de construir. Muitas vezes fazem isso utilizando até a religião, e chamando em causa o próprio Deus para reforçar o ódio e a violência mais desumana.

Pe. Francisco Capponi

fonte: http://rccitaberai.org.br/a-procura-da-felicidade/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s