Adorar o Pai em Espírito e em Verdade


“Vós adorais o que não conheceis, nós adoramos o que conhecemos, porque a salvação vem dos judeus. Mas vem a hora, e já chegou, em que os verdadeiros adoradores hão de adorar o Pai em espírito e verdade, e são esses adoradores que o Pai deseja. Deus é espírito, e os seus adoradores devem adorá-lo em espírito e verdade.” (João 4,22-23)

LOGOTIPO FINAL
LOGOTIPO FINAL

A adoração é o primeiro ato da virtude da religião. Adorar a Deus é reconhecê-Lo como Deus, como Criador e Salvador, Senhor e Dono de tudo o que existe, Amor infinito e misericordioso. “Adorarás o Senhor, teu Deus, e só a Ele prestarás culto” (Lc 4,8), diz Jesus, citando o Deuteronômio 6,13 (Catec. 2096).

Para nos tornarmos verdadeiros adoradores é preciso conhecer a Deus. Conhecer na linguagem bíblica significa fazer uma experiência continua. É o próprio Jesus quem nos revela esta verdade, quando Ele diz:“mulher vós adorais o que não conheceis, nós adoramos o que conhecemos.”

E foi exatamente isso o que aconteceu com a samaritana como nos narra João no capitulo 4. Primeiro ela fez uma experiência com Jesus, para depois se tornar uma autêntica adoradora. É importante lembrar que neste encontro Jesus sempre se antecipa, Ele sempre corre na frente, porque Deus tem sede de sempre estar conosco.

Embora o nosso coração também deseja encontrar-se com o Senhor, muitas vezes no meio do caminho somos surpreendidos pelo maligno.Quando as pessoas se perdem nas drogas, na prostituição, nos vícios, a intenção primeira dessas pessoas é de ser feliz, de encontrar-se com Deus. Na verdade esse é o desejo que todos nós temos; de ser feliz, de encontrar-nos com Deus.

E o inimigo sabendo desse nosso desejo ardente de ser feliz, ele faz o que fez com a samaritana, nos engana, ele nos faz uma proposta , ele nos tenta e como crianças inocentes caímos em suas ciladas.

Qual é a proposta que ele nos faz?! “Deixa eu te conduzir até a fonte da felicidade” que é Deus, e acreditamos que pelas drogas, pelos vícios, pela fofoca, pelo adultério, pelo sexo fora do matrimônio, ele nos conduzirá até Deus.

Na verdade ele quer nos convencer que é melhor segui-lo, do que seguir Jesus. E nós muitas vezes deixamos de seguir Jesus que é o caminho, a verdade e a vida que nos conduz ao Pai, deixamos a verdade que é Cristo para seguir as mentiras do inimigo.

A conseqüência dessa escolha nós sabemos que é dolorosa, a felicidade que tanto buscamos não vem, e fica um rastro de dor, de destruição, de abandono, um vazio interior.

Enquanto nosso coração não fizer a experiência continua e diária do amor de Deus, enquanto não optarmos por Jesus para ser o Senhor absoluto de nossas vidas, nós continuaremos a nos prostituir e a pecar gravemente. E o pecado fere, machuca o nosso coração e nos afasta de Deus.

Precisamos declarar com a vida que não há outro amor maior, precisamos morrer para este mundo. É preciso morrer a cada dia para as nossas vontades, para que a vontade de Deus impere, reine em nossas vidas.

Ser adorador não é fácil! Exige sacrifício, esforço, renúncia, fidelidade, por isso há poucos adoradores, e hoje a palavra de Deus nos exorta dizendo que: “o Pai procura adoradores em espírito e em verdade”. Não adianta eu dizer 100 vezes: “te adoro meu Senhor”; é preciso deixar que realmente Ele seja o Senhor de todas as áreas da minha vida, porque só assim nós iremos nos tornar verdadeiros adoradores.

É na adoração que seremos curados, lapidados, seremos livres!

Alguns Jesus cura milagrosamente, mas na maioria dos casos somos curados homeopaticamente. A cada vez que nos aproximamos de Jesus para adorá-lo, recebemos uma dosagem do seu amor, e conseqüentemente somos curados. Estamos num campo de batalha, e todos os dias somos alvejados, todos os dias o inimigo lança suas flechas contra nós, a única forma de sobrevivermos é estar sempre na presença do Senhor.

Deus sempre faz a parte Dele, nos dá a água da vida, nos dá o seu Espírito, porém é preciso fazer o nosso esforço de ir até o poço tirar a água, de ir até a fonte, por mais que seja difícil, por mais doloroso, é preciso, como a samaritana enfrentar o sol forte do meio-dia, lutarmos contra nossa preguiça, contra o nosso desânimo, e botarmos a caminho do poço e estabelecermos o nosso diálogo diariamente com o Senhor, através da adoração, da oração e do louvor a Deus.

Sejamos verdadeiros adoradores, cheios de Deus. O mundo tem sede do Deus verdadeiro, sede de vida, e Deus escolheu à nós, batizados, para sermos estes aquedutos que levam a água da vida à todos.

Deixemos de lado a idolatria, os falsos deuses e prostremo-nos a adorar o Deus único e verdadeiro. O Deus de nossos pais: Abrão, Isaac e Jacó, o Deus da vida, que sempre nos guardou e nos guardará. O Deus que se fez carne, se fez humano, para revelar o Amor verdadeiro.

Adoremos ao Deus três vezes Santo: Pai, Filho e Espírito Santo!

Vagner Silva
Pregador do Grupo de Oração Ruah em Framingham
Membro do Conselho da RCC Boston
Ministério de Formação

fonte: http://rccboston.org

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s